Desafio Criativo: A Arte de Pintar o Desconhecido
banner

A Arte de Pintar o Desconhecido


Em Istambul, na Turquia de 1953, nascia um menino cego em uma família pobre que mal tinha com o que se sustentar. Seu nome era Eşref Armağan e não podia imaginar que justamente sua impossibilidade de enxergar o mundo serviria de inspiração para pintá-lo nas mais diversas cores, e que ainda teria suas obras espalhadas por diversos museus da Europa.

Por conta da fragilidade econômica de sua família, Eşref nunca teve um ensino formal. Autodidata desde cedo, foi seu próprio mestre ao se comunicar pela escrita em braile e também na arte de pintar, através de pinturas manuais em óleo. Chegando até a criar ao longo de sua vida uma técnica de pintar retratos, onde ele pede a uma pessoa que possua visão delinear a paisagem ou retrato na própria fotografia para que, pelo outro lado do papel, possa sentir em seus dedos o entorno da foto e transmitir essa paisagem tateada em uma pintura de tela.

Através do mesmo sistema braile aplicado à tela de pintura, ao pintar, o artista conhece – e tateia – os limites da tela onde vai expressar figuras por ele nunca antes vistas, mas interpretadas eximiamente. Para as formas de seus desenhos, utiliza uma técnica conhecida como perspectiva de três pontos (a forma para representar figuras tridimensionais: altura, largura e comprimento em uma superfície plana) e para colorir tais formas, utiliza tinta em óleo. O processo é progressivo e requer paciência, a cada utilização de cor um espaço de dois a três dias é aguardado para permitir ao óleo pintado secar e poder utilizar a próxima cor, as impedindo de misturar e se tornar uma arte abstrata.



Acredite, por mais que nunca tenha tido visão, Eşref consegue transmitir claramente através de suas pinturas uma capacidade cognitiva e interpretativa da realidade visual, considerada dificílima até mesmo para pessoas que enxergam. Não à toa chamou atenção para a comunidade médica e científica mundial.

Em 2008 a plasticidade neural de Eşref passou a ser estudada a fundo. O estudo permitiu aos pesquisadores concluírem que algumas áreas do córtex cerebral do artista - parte no cérebro responsável por processar informações visuais - funcionam perfeitamente, como de uma pessoa com visão perfeita. Isso certamente o ajuda em seu trabalho, entretanto penso que o dom e a força de vontade foram cruciais para atingir o patamar de artista que hoje merecidamente possui.

Se quiser conhecer um pouco mais sobre seu trabalho , acesse seu site oficial.  Aproveito para enviar abaixo algumas pinturas criadas por esse fascinante artista que não se inquietou nos limites que a vida lhe impôs e que conseguiu enxergar com suas mãos um mundo que muitas pessoas não enxergam com suas perfeitas vistas.



























































Obrigado por estar conosco, espero que tenha gostado do post!

Estamos concorrendo ao Prêmio Top Blog 2013, se você se identifica com o Desafio Criativo e quiser dar uma força acesse esse link e vota no Desafio Criativo! :)

Obrigado e até breve!

 

Assine e receba nosso boletim diário por email!

Desafio Criativo
Ser, estar e manter-se criativo é um grande desafio! Incentivo, inspiração e motivação é o que traremos para você! Preparado? DESAFIE-SE!